14/01/2011

Bariloche - Argentina

Bariloche, vista do Lago Nahuel Huapi
Bariloche, cujo nome oficial é San Carlos de Bariloche, tem cerca de 130 mil habitantes. Está localizada, 1600 km ao sul de Buenos Aires, junto à Cordilheira dos Andes na fronteira com o Chile.
O lugar fascina os visitantes, por sua belezas naturais e ótima infra- estrutura. Rodeada por lagos, montanhas e com o clima inóspito dos picos gelados, com acesso fácil por meio de teleféricos, trenós, pistas de esqui, motos e calçados especiais para caminhadas na neve, atrai milhares de turistas anualmente. Boa parte, brasileiros. Além disso há hospedagem e restaurantes para todos os bolsos.
Cerro Catedral - Bariloche - ARG
Bariloche está situada numa micro-zona climática e de vegetação de floresta temperada. Seu clima é influenciado pela proximidade dos Andes, e suas florestas se mantêm graças à abundância de água dos grandes lagos glaciais, como o Nahuel Huapi. No inverno (junho a agosto), as temperaturas caem abaixo de zero e a maior quantidade de neve nas montanhas mais altas dá início à temporada de esqui. Afastando-se poucos quilômetros para leste da cidade, porém, o clima se torna mais seco, surgindo a fria estepe da Patagônia, com sua vegetação de gramíneas cada vez mais esparsas, até que a paisagem se torna a de deserto.
Em San Carlos de Bariloche, as temperaturas abaixo de 10 graus se iniciam ainda em abril, e a temporada para esportes na neve segue até setembro ou outubro. Com os termômetros marcando entre 5 graus positivos e 10 graus negativos, o branco das montanhas custa a derreter. Mesmo no verão as noites são frias, com a vantagem da luz solar até 22h.
Centro Cívico - Bariloche - ARG
Centro Cívico
É um dos lugares mais bonitos do centro. Monumento Histórico Nacional, seus edifícios em estilo medieval estão localizados em torno de uma praça. Ali se encontram: a Prefeitura, a Secretaria de Turismo e o Museu da Patagônia. Não deixe de tirar fotos com os cães São Bernardo e seus filhotes que ficam por ali.

Calla Mitre
Passeio obrigatório para o turista, é o "point" da cidade. Mil lojas de casacos, moletons, artigos de ski, chocolates, lembranças, restaurantes, cachecóis, luvas, gorros, casacos de pele, presentes, botas, recuerdos de madeira, peças de alpaca, lanchonetes, etc. É a rua principal, onde todo mundo passa.

Museo Geológico y Paleontológico Rosendo Pascual
Exibe os invertebrados mais importantes da Patagônia. E também aves locais, ossos de dinossauros e uma coleção de cristais. São, no total, 10 mil peças.
Cerro Campanário - Bariloche - ARG
Cerro Campanário
Acesso por Teleférico, no sistema de cadeirinhas a 8 km do centro. Lá no alto a altitude é de 1.050 metros e a vista é considerada uma das mais belas do mundo. A vista é completa para todos os lados. Lagos, florestas e picos nevados até a divisa com o Chile. Lá no alto há uma casa de chá com mil coisas gostosas.
Cerro Catedral no verão - Bariloche - Arg
Cerro Catedral
O Cerro Catedral é o centro de ski mais importante e tradicional da América do Sul. Sua incrível infra-estrutura comporta turistas e esquiadores de todo o mundo. Possui 39 meios de elevação e capacidade de transportar 32 mil pessoas por hora. A montanha está a 2.388 metros acima do nível do mar e fica a 22 km do centro.
Além do esqui, o Cerro Catedral também oferece ski noturno, motos de neve, patinação e vistas fantásticas da Cordilheira.
Na base do Cerro Catedral, chamada de Vila Catedral, é possível encontrar um badalado centrinho com diversas lojas, restaurantes, escolas de ski, pontos para aluguel de equipamentos e toda a infra-estrutura necessária para atendimento ao turista.
Hotel Llao Llao, no Circuito Chico
Circuito Chico
É um dos passeios mais tradicionais de Bariloche. O percurso de aproximadamente 65 km começa e finaliza em Bariloche. A estrada é asfaltada e passa por diversos atrativos e paisagens lindas. Fazem parte do Circuito; Cerro Campanário, o Parque Cerro Velho, o teleférico Cerro Otto, Colônia Suíça, Ilha Huemul, Bahia Lopez e Hotel Llao Llao (famoso e luxuoso hotel em Bariloche).
Bosque de Arrayanes
Ilha Victoria e Bosque de Arrayanes A Ilha Victoria é a mais extensa do Lago Nahuel Huapi e representa uma importante reserva de Bariloche. Tanto a Ilha como o Bosque de Arrayanes podem ser conhecidos através de um passeio de barco pelo Lago Nahuel Huapi. O Bosque é famoso pelos arrayanes de cor canela e de forma arbórea únicas existente apenas naquela região
Cerro Otto no inverno - Bariloche - ARG
Cerro Otto
A apenas 5 km do centro de Bariloche, fica o complexo Teleférico Cerro Otto. Localizado em um parque, onde gôndolas panorâmicas, totalmente fechadas nos levam a apreciar a magnífica paisagem. Lá em cima, a 1.405 metros acima do nível mar está a única confeitaria giratória da América do Sul. Há um pequeno museu e uma discoteca bem animada. Tem pista de trenós, escalada,Trecking, Mountain Bike e Rapel, com paredões rochosos ideais para aventuras. Curta a vista e aproveite para tomar chocolate quente.
Piedras Blancas
Piedras Blancas
Localizado a aproximadamente 3 km de Bariloche, ao lado do Cerro Ottoa, o complexo invernal Piedras Blancas é o lugar ideal para quem curte praticar o trineo ou mais conhecido como "esqui-bunda" (brinquedo que permite escorregar na neve montanha abaixo). O complexo também oferece pistas para esquiadores iniciantes.
Cerro Tronador
Cerro Tronador
Com mais de 3.554m de altura, é a montanha de neve eterna mais alta da região. No caminho tem lagos, mirantes, rios, zonas de degelo, e as paisagens para chegar até ele são maravilhosas.
Fica a 90 km de Bariloche. O acesso de carro vai até os pés do Cerro. Caminhando, pode-se chegar à mesma linha da geleira. Os três picos do Tronador são: Argentino (3.410m), Internacional (3.554) e Chileno (3.430). São escalados por montanhistas durante o verão.

Acesse diversos mapas de Bariloche no MapasBlog
 
Confira também o relato completo da viagem de 8000 km, partindo do Rio Grande do Sul
Argentina e Chile de camioneta – dezembro de 2008

5 comentários:

Patricia Beatriz Iglesias disse...

Ola! tudo bom!!! Bariloche e o melhor lugar da neve Argentina
que eu ja conheci!!!
La tambem podem pasar para o país limitrofe Chile, nas temporadas de esqui ambos paises são o melhor opçao para pasar as ferias de inverno!
recomendo ir agora q o valor do Real e maior!

Anônimo disse...

Holaaa desde Argetina!! cada vez mas Brazileros vienen a Bariloche. que bueno que las barreras futbolisticas no impidan que seamos mas hermanos!! disfruten de Bariloche Aregntina!!
Sejan Bem-Vindos
Natalia

Patricia Beatriz Iglesias disse...

Hola amigo "anonimo" sim e verdade o que voce falo, o futbol não e mas q uma rivalidade que fico atras, mais cada vez mas voces gostam de Viajar para Argentina , não so porque as compras são melhores agora, mas si porque a verdade nos gostamos do povo Brasilero!!! e queremos que voces conheçam nosso pais!!

Anônimo disse...

Ola, si eu estou em Buenos Aires, quanto longe e Bariloche? eu vou Viajar a Buenos Aires este domingo...gostaria visitar Bariloche tamb!! beijão

likacastro45@gmail.com disse...

Estarei em setembro 2012 em Bariloche, adoro Buenos Aires ,espero que Bariloche me surpreenda,pelas imagens achei fantástica! Gostaria de lembrar aos comerciantes argentinos,principalmente do setor de restaurantes, QUE ATENDAM MELHOR SEUS CLIENTES, OS GARÇONS SÃO GROSSEIROS E ESTRANHAMOS MUITO O ATENDIMENTO, AQUI NO BRASIL ELES TEM TREINAMENTO E UMA EMPRESA CONTRATADA PELOS EMPRESÁRIOS DO SETOR, QUE FISCALIZA O ATENDIMENTO.
ESTRANHAMOS MUITO E NÃO SE COMPARA COM a QUALIDADE DOS NOSSOS SERVIÇOS ONDE TODOS desfrutam do BOM ATENDIMENTO!!

Acompanhe novas postagens - inscreva-se

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...